Pular para o conteúdo principal

Aberje funda Associação Brasileira de Relações Governamentais e firma acordo de cooperação com a FGV

Aberje funda Associação Brasileira de Relações Governamentais e firma acordo de cooperação com a FGV 16/7/2014 Um acordo de cooperação científica foi celebrado na manhã desta quarta-feira, dia 16 de julho de 2014, no Espaço Aberje Sumaré, na capital paulista, unindo a Fundação Getúlio Vargas, por meio da Escola de Administração de Empresas de São Paulo, e a Aberje – Associação Brasileira de Comunicação Empresarial. A assinatura do acordo marca a fundação da Associação Brasileira de Relações Governamentais, integrada pelo Laboratório de Relações Governamentais da Aberje. A ideia é buscar desenvolvimento e execução de projetos de pesquisa em conjunto. Assinaram o documento o presidente da FGV, Carlos Ivan Simonsen Leal, o Diretor-Presidente da Aberje, Paulo Nassar, e a diretora da FGV-EAESP, Maria Tereza Leme Fleury. Ricardo de Aquino Salles, secretário particular do governador do estado de São Paulo Geraldo Alckmin, representou o governador na solenidade. A fundação foi celebrada logo antes da realização do encontro de julho do Comitê Aberje de Relações Governamentais, que recebeu Helio Duarte, membro do Conselho de Administração do FGC – Fundo Garantidor de Créditos e professor da FGV-SP, para falar sobre a realidade e perspectivas da área. O acordo prevê intercâmbio de conhecimentos, experiências e informações técnico-científicas, desenvolvimento de projetos e eventos de interesse comum, no campo do ensino e da pesquisa, e intercâmbio de técnicos e membros entre as partes. Mais de 600 empresas integram a nova associação, que conta com convênios de pesquisa profissionais e científicos em âmbito nacional e internacional, dentre as quais a Syracuse University. A primeira pesquisa será sobre o perfil do profissional de Relações Governamentais, conduzida pela FGV em parceria com o Laboratório de Relações Governamentais da Aberje, em consulta aos membros da Associação. “Pela primeira vez na história da comunicação brasileira e das relações governamentais no País, os profissionais contarão com uma pesquisa científica que expõe o futuro da profissão, seu desenvolvimento e desafios na atualidade”, comenta Nassar. O estabelecimento da Associação Brasileira de Relações Governamentais marca uma nova ação pioneira da Aberje na área. “É uma associação forjada numa história de cinco décadas, que a Aberje construiu pesquisando, divulgando, esclarecendo, defendendo a atividade ética das relações governamentais no País. Uma história que também é documentada e disseminada em nossas inúmeras publicações, encontros, eventos, livros, artigos, pesquisas e comitês sobre o tema. A Aberje se tornou, assim, o grande hub de Relações Governamentais no Brasil. É para onde convergem as atividades de outras instituições que abordam o tema como organizações, institutos, empresas e a tríade sociedade-academia-mercado”.

Comentários

Rony Cachola disse…
Ótima iniciativa, parabéns!

Postagens mais visitadas deste blog

Quais habilidades o profissional de relações governamentais deve aprimorar para melhorar a sua performance?

Katz[1], classifica as habilidades necessárias a um profissional de gestão em três grupos principais: habilidade técnica, humana e conceitual. Essa tipologia nos será útil para entender quais desses grupos de habilidades são mais importantes para profissionais que, como você, exercem a atividade de relações governamentais. Vamos iniciar pelas habilidades técnicas, o grupo menos complexo, segundo Katz. Apesar de essenciais, as habilidades técnicas são menos complexas, pois podem ser desenvolvidas mais facilmente, bastando ao profissional adquirir conhecimentos, métodos e aprender a utilizar os equipamentos necessários para a realização de suas tarefas. Obter ou aprimorar conhecimentos sobre políticas públicas setoriais, processo decisório, processo legislativo, negociação e argumentação são um grande diferencial para esse profissional. Porém, caso haja alguma lacuna a ser preenchida, um bom workshop, curso de extensão ou pós-graduação lato sensu pode auxiliar o profissional a desenvolve…

Como aumentar a sua capacidade de persuasão?

Oi! Tudo bem?
Semana passada, enfocamos o grupo de habilidades conceituais, pois ao desenvolver essas habilidades o profissional aprimora sua capacidade prospectiva, analítica e estratégica ao aprender a pensar de forma criativa e inovadora e, ao mesmo tempo compreender ideias abstratas e processos complicados.
Porém, para persuadir e influenciar os tomadores de decisão não basta possuir um rol de habilidades técnicas e conceituais bem desenvolvido. O grupo de habilidades humana é essencial para que o profissional de relações governamentais alcance o seu objetivo: influenciar. Para influenciar é preciso persuadir. Assim, qual seria o melhor caminho para aumentar a capacidade de persuasão?
Primeiramente, é preciso destruir um mito que já se encontra enraizado em nossas mentes. É comum ouvir pessoas dizendo que algumas habilidades, como por exemplo, comunicação, expressão e observação são inatas. Portanto, se você não consegue se comunicar com outros de maneira assertiva, jamais poderá apr…

Qual habilidade desenvolver para alcançar seus objetivos?

Como você bem sabe, o profissional de relações governamentais é o agente responsável por construir um relacionamento sólido e duradouro entre a organização que representa e o governo.
Aqueles que atuam na área, como você, reconhecem que o estabelecimento desse relacionamento é muito positivo, tanto para os tomadores de decisão quanto para os grupos de interesse. Reconhecem também que os grupos de interesse colaboram para com o processo decisório estatal ao levar aos tomadores de decisão informações que eles nem sempre possuem, o que os capacitam a tomar decisões mais equilibradas acerca de importantes questões que impactam a sociedade civil e o mercado.
Mas, você já parou para pensar sobre quais são as habilidades mais importantes para o exercício da sua atividade? O que garante que o tomador de decisão leve em consideração a informação que você fornece em detrimento da fornecida por outro grupo?
É certo que você precisa compreender profundamente questões técnicas que envolvem tanto a …